• 27 JUN 19
    • 0
    Optometristas conquistam  posse de alvará sanitário

    Optometristas conquistam posse de alvará sanitário

    Prefeito de Campinas, Jonas Donizette, exibe documento após a assinatura da lei.

     

    Lei sancionada pelo prefeito Jonas Donizette permitirá que profissionais possam abrir consultórios e exercer a atividade de cuidar da saúde primária da visão

     

    Os optometristas da cidade de Campinas comemoraram nesta quarta-feira, 26, mais uma conquista da categoria, que terá reflexo no Estado de São Paulo e possivelmente em todo o País. Isto porque o prefeito Jonas Donizette sancionou o projeto de Lei aprovado pela Câmara Municipal que garante segurança jurídica aos agentes sanitários para a emissão dos alvarás, e principalmente, segurança aos optometristas legalmente habilitados, para trabalharem de posse do seu alvará sanitário.

    Isso significa que os profissionais terão a possibilidade de abrir consultórios, facilitando o acesso da população a exames de vista e contribuindo com redução das filas de espera nas unidades públicas de saúde.

    De acordo com a presidente do Conselho Regional de Óptica e Optometria do Estado de São Paulo (CROO-SP), Daniela Iamamoto, a nova lei irá beneficiar milhares de pessoas que necessitam de exames. “Há filas de espera gigantescas nas cidades para a realização de prescrição ótica, e queremos suprir essa necessidade, com profissionais qualificados e preparados para cuidar da saúde primária da visão”, afirmou.

    Segundo o vice-presidente da associação, Denis Ribeiro, a luta para se alcançar a aprovação da lei em Campinas teve início há três anos. “O vereador Fernando Mendes nos procurou querendo saber por qual motivo estes profissionais, tão essenciais para a saúde visual da população, legalmente habilitados e reconhecidos por Ministérios de Estado Brasileiro eram perseguidos e impedidos de trabalhar. A partir daí muitas reuniões aconteceram, houve uma compreensão sobre os aspectos jurídicos que travavam a liberação de nossa atividade”, disse o vice-presidente.

    O vereador Fernando Mendes (Bispo), autor da lei, resumiu sua luta pela causa dos optometristas e apontou a necessidade destes profissionais na cidade.

    “Eu procurei entender a optometria, procurei trazer o assunto para Câmara Municipal e para as autoridades que desconheciam também, porque essa é uma ciência muito presente na vida das pessoas, mas muito ausente no sentido de informação, e nós entendemos que hoje a necessidade é gigantesca. As estatísticas das escolas dizem que mais de 60% dos alunos reprovados são porque não enxergam direito e mais de 80% de alunos em idade escolar nunca tiveram uma acuidade visual”, ressaltou.

    Por sua vez, o prefeito Jonas Donizette destacou a vitória conquistada na Câmara Municipal pelo vereador.

    “Este projeto foi apresentado na Câmara dos Vereadores, pelo vereador Fernando Mendes, e foi aprovado por 19 votos favoráveis. Hoje estou fazendo a sanção, tornando lei, dando direito àquelas pessoas que trabalham com optometria de ter o alvará de funcionamento do estabelecimento que ela trabalha”, afirmou o prefeito.

     

    Crédito da foto: Assessoria de Comunicação CROOSP

    Leave a reply →

Comentar

Cancelar envio

Photostream